Rejuvenescimento vaginal não cirúrgico com radiofrequência: entenda o que é e como funciona essa tecnologia revolucionária

Rejuvenescimento vaginal não cirúrgico com radiofrequência: entenda o que é e como funciona essa tecnologia revolucionária

Você já ouviu falar no rejuvenescimento vaginal? Trata-se de um tratamento íntimo que tem se popularizado nos últimos anos, principalmente entre mulheres que já passaram os 30 anos. Ele oferece diversos benefícios para a saúde íntima da mulher, por exemplo, ajuda a aumentar a lubrificação e auxilia no controle dos efeitos da incontinência urinária.

Apesar de estar ganhando espaço na rotina de cuidados íntimos das mulheres, ainda são muitas as dúvidas que permeiam o tratamento de rejuvenescimento vaginal. Afinal, trata-se de uma técnica nova e ainda pouco conhecida pelo público em geral.

Pensando nisso, reunimos neste guia as principais informações sobre esse tratamento revolucionário, incluindo:

  • Como funciona o rejuvenescimento vaginal;
  • Quais benefícios ele proporciona;
  • Indicações do tratamento;
  • Onde encontrar profissionais capacitados para aplicá-lo.

E muitas outras dúvidas que irão te ajudar a conhecer um pouco mais sobre essa técnica.

Tudo o que você precisa saber sobre rejuvenescimento vaginal

O envelhecimento não afeta apenas a nossa aparência externa e sim todo nosso organismo, incluindo a região íntima da mulher. Conforme a vida vai passando, essa área também vai sofrendo com os efeitos do tempo e ficando cada dia mais sensibilizada, assim surgem alguns sintomas pouco agradáveis.

Perde-se um pouco da lubrificação e da firmeza do tecido, com isso vem condições que afetam diretamente a vida social e sexual da mulher. Aplicado apenas por ginecologistas, o tratamento de rejuvenescimento vaginal foi desenvolvido para minimizar e eliminar essas cicatrizes do tempo e, consequentemente, melhorar a qualidade de vida das mulheres.

Rejuvenescimento vaginal não cirúrgico com Enygma X-Orbital.

Como funciona o rejuvenescimento vaginal?

A tecnologia do tratamento pode variar conforme a técnica escolhida pelo ginecologista, pois os equipamentos mais atuais do mercado utilizam duas tecnologias: a radiofrequência ou laser íntimo.Em ambos os casos, o objetivo é estimular a produção de colágeno no tecido.

O equipamento libera ondas térmicas diretamente no canal vaginal que, ao entrarem em contato com a água do tecido, formam as ondas de calor moderadas. Esse aquecimento causa uma contração tecidual, e, por consequência, estimula a produção de colágeno.

Apesar das semelhanças técnicas, o laser e a radiofrequência possuem algumas características distintas, veja só:

  • Laser íntimo: pode causar algum desconforto na aplicação e exige que a paciente fique entre cinco a sete dias sem manter relações sexuais, após cada sessão.
  • Radiofrequência íntima: é totalmente indolor e não possui tempo de inatividade, ou seja, sem restrições após as sessões.

Nas duas modalidades de tratamento são indicadas de três a quatro sessões, com intervalos de um mês entre elas. Porém, ao optar pelo tratamento que utiliza a radiofrequência íntima, como o Enygma X-Orbital, os resultados já são perceptíveis desde a primeira aplicação e é livre de restrições, logo é a melhor alternativa para quem busca praticidade.

Quais são os benefícios desse tratamento?

Conforme citamos anteriormente, o tratamento de radiofrequência íntima proporciona diversos benefícios para a saúde da mulher. Visto que, através de uma tecnologia moderna, ele é capaz de solucionar problemas estéticos e fisiológicos que acometem as mulheres com o envelhecimento.

Já citamos três exemplos mais recorrentes dos benefícios desse tratamento: aumenta a lubrificação, combate os efeitos da flacidez e da incontinência urinária de esforço leve. Mas, indica-se também os tratamentos de radiofrequência íntima, com o Enygma X-Orbital, para outras condições, por exemplo:

  • Dispareunia;
  • Vaginite e cistite recorrentes;
  • Irritações Vulvo-vaginais;
  • Atrofia vaginal;
  • Disfunção sexual;
  • Sensação de coceira e queimação.

Em todos os casos é perceptível o alívio dos sintomas logo nas primeiras sessões, principalmente nos tratamentos de radiofrequência íntima. Como resultado, as mulheres se sentem mais preparadas para realizar tarefas simples do dia a dia, além de usufruírem de melhoras na sua vida sexual e na autoestima.

Para quem o rejuvenescimento íntimo é indicado?

O rejuvenescimento vaginal é indicado para mulheres de todas as idades que sofrem com as condições clínicas que citamos anteriormente. Entretanto, é necessária uma consulta prévia com o ginecologista para que ele avalie a necessidade do tratamento. Afinal, trata-se de um procedimento delicado e que deve ser aplicado apenas por profissionais capacitados.

Ficou interessada, mas não sabe onde encontrar o tratamento de rejuvenescimento vaginal?

Então procure seu ginecologista, para que ele possa fazer uma avaliação completa e identificar se o tratamento é o ou não o mais indicado para você. Depois, basta consultar se ele possui o equipamento necessário para realizar o tratamento ou indicações de clínicas que ofereçam esse serviço.

Onde encontrar o tratamento de rejuvenescimento vaginal?

Se você já possui indicação médica para realizar esse tratamento, a dica é buscar por clínicas ginecológicas que ofereçam o tratamento de radiofrequência íntima, também conhecido como Enygma X-Orbital. Ele está entre os equipamentos mais atuais do mercado se tratando de rejuvenescimento vaginal, então em casos de dúvida não tem erro.

Para mais informações sobre este e outros tratamentos, consulte nosso site! Assim você ficará por dentro das principais tendências do mercado de estética e beleza no Brasil e no mundo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Abrir conversa
Fale com uma consultora
Fale com uma consultora.