Procedimento de depilação a laser na região da axila

Depilação a laser ou fotodepilação: entenda sua eficácia na eliminação dos pelos

Na hora de escolher o melhor tratamento para eliminação total dos pelos bate aquela dúvida de qual deles é o melhor: fotodepilação ou depilação a laser? Ambos são considerados procedimentos de depilação definitiva, mas não podem ser confundidos como sendo a mesma coisa.

A tecnologia envolvida em cada um difere e é sobre isso que iremos tratar nesse artigo. Aqui, vamos descrever as particularidades de cada um, para que você possa entender a eficácia deles na eliminação dos pelos. Boa leitura!

Fotodepilação o que é?

A fotodepilação é uma técnica de depilação duradoura que utiliza da Luz Intensa Pulsada (LIP) para eliminação dos pelos. O equipamento fotodepilador emite pulsos de luz, que vão gerar calor e enfraquecer os pelos da região tratada.

A tecnologia utiliza do alto poder de absorção de luz que as células que produzem os pelos tem. Dessa forma, elas vão sendo destruídas lentamente até que sejam eliminadas.

Como funciona a fotodepilação?

O equipamento de Luz Intensa Pulsada, como o próprio nome já diz, emite pulsos de luz que terão como foco os pelos. A ação dessa tecnologia se dá nas células germinativas, que produzem os fios. Ou seja, a luz incide nessas células e, através do calor gerado e o aumento da temperatura local, é feita uma cauterização delas, impedindo com que iniciem a fase de crescimento dos pelos.

A luz pulsada ajuda a enfraquecer as células que estão diretamente ligadas ao pelo, já que é absorvida pelos pigmentos escuros desses fios. Mas, por emitir feixes com diversos comprimentos de onda e de forma difusa, a energia dessa luz não é focada exclusivamente no pelo, atingindo outras estruturas da pele.

Quanto tempo dura o efeito da fotodepilação?

Justamente por esses feixes de luz conseguirem atingir apenas entre 20 a 40% das células dos pelos corporais e de dispersarem para outras estruturas da pele, são necessárias mais sessões para se chegar ao resultado desejado.

O número de sessões médio de um tratamento com fotodepilação é de 12 sessões, com intervalo de 30 dias entre elas. No entanto, a quantidade exata vai variar de caso a caso e será determinada através de uma avaliação realizada por um profissional médico ou da área estética. Nessa avaliação, serão levantadas informações como tipo e cor de pele do paciente, espessura e fase de crescimento dos fios, região da aplicação e situação de saúde.

Os resultados do método de depilação através de luz pulsada já aparecem logo na primeira sessão, com a redução da quantidade de pelos, na região. Mas seus efeitos de duração de médio a curto prazo, em torno de meses, não podendo dizer que a fotodepilação é definitiva. Isto porque a técnica apenas enfraquecem as suas células e retardam o seu crescimento, fazendo com que depois de um tempo eles voltem a nascer.

Depilação a laser o que é?

Esse método de depilação definitiva utiliza da alta tecnologia dos modernos equipamentos a laser para destruir os pelos e eliminá-los completamente. Como exemplo os lasers Diodo, Alexandrite e o ND Yag, os mais procurados e usuais para esse fim, diferenciando um do outro pelo comprimento de onda emitido.

A depilação a laser é a técnica mais procurada nas clínicas e centros de estética, por trazer resultados bastante eficientes, ter efeito definitivo, possuir poucas contraindicações e oferecer segurança na aplicação. É o método preferido para quem não quer mais perder tempo usando lâminas ou sentir a dor do uso de linha, ou cera.

Como funciona a depilação a laser?

O equipamentos a laser emitem feixes de luz visíveis – que possuem apenas um comprimento de onda – de forma direcionada e focada no cromóforo alvo, a melanina do pelo. A energia emitida é transformada em calor e absorvida por essas células, num processo chamado de fototermólise seletiva.

Então, os folículos pilosos, estruturas germinativas dos pelos, são danificados. Com o passar das sessões e efeito gradativo do método, o dano na raiz torna-se irreversível, fazendo com que essa estrutura perca a capacidade de fomentar o crescimento de novos pelos.

Depilação a laser é definitiva?

A ação do laser faz com que os folículos pilosos sejam queimados e destruídos gradativamente, à medida que as sessões são realizadas. Seu efeito, portando, é diretamente na raiz do pelo, impedindo com que ele cresça novamente.

Após a média de 8 a 10 sessões realizadas, com um intervalo entre 45 a 60 dias entre elas, e sendo realizada na fase correta do crescimento do pelo, os resultados da depilação a laser terão efeito permanente e duradouro.

Mesmo que a maioria se refira a técnica como sendo definitiva, não é correto utilizar esse termo. Isto porque por mais que é observada uma diminuição significativa dos fios, podendo eliminá-los totalmente, os efeitos poderão ser diferentes de pessoa para pessoa. Condições do corpo como genética e fatores hormonais, podem fazer com que novos folículos pilosos nasçam, surgindo novos pelos na região.

Se comparado a outros métodos, consideramos que a depilação a laser é aquele cujos resultados são os mais duradouros. A maioria das áreas que sofrem a ação do laser podem nunca mais apresentar nascimento de novos pelos.

O que é mais eficaz: depilação a laser ou fotodepilação?

Diferença-da-luz-pulsada-para-o-laser

Agora que você já sabe sobre a fotodepilação a luz pulsada e entende como a depilação a laser  funciona, é hora de descobrir qual desses métodos é o mais eficaz. Se pensarmos na finalidade do tratamento que é a eliminação dos pelos corporais, os dois métodos cumprem muito bem o seu papel.

Na luz pulsada o aparelho de fotodepilação funciona a partir da emissão de pulsos de luz que irão gerar calor e enfraquecer os fios. Por não poder utilizar potências muito altas, são necessárias mais sessões para se chegar ao resultado. Além de atingirem as estruturas ao redor da área aplicada, já que os feixes de luz são disparados de forma difusa. Quanto à dor, não consideramos que a fotodepilação doi muito, é um procedimento muito bem tolerado pelos pacientes.

Já na depilação a laser, a luz emitida pelo equipamento é direcionada, focando exclusivamente no cromóforo alvo, a melanina do pelo. Dessa forma, não há dispersão da energia, que atingirá somente o folículo piloso, sendo necessárias menos sessões para se chegar aos resultados obtidos na fotodepilação. E, como destrói a raiz, o pelo não volta a crescer novamente, tornando a técnica muito mais duradoura e eficaz. Falar que a depilação a laser dói é muito relativo, já que existem aparelhos modernos que amenizam muito o desconforto sentido nas sessões.

Qual melhor aparelho de laser para depilação?

Inclusive, a escolha do equipamento certo para realizar o tratamento é fundamental para que todos os bons resultados sejam alcançados. A característica principal que deve ser levada em consideração é o comprimento de onda da luz emitida pelo aparelho, que afetará diretamente a penetração na pele para se chegar ao alvo.

Hoje, existem no mercado três tipos de laser para depilação: Alexandrite (755 nm), Diodo (810nm) e Nd-Yag (1064nm). Cada um deles emite um comprimento de onda diferente, indicados para fototipos variados. Um equipamento que consiga a unificação dessas três variações, pode ser considerado o melhor aparelho a laser, já que conseguirá atender a todos os pacientes que procurarem pelo procedimento.

O Crystal 3D Plus, da Body Health Brasil, possui essa tecnologia ultra moderna. Além do design arrojado, o equipamento permite aplicações até 30% mais rápidas e possui um sistema de refrigeração especial na ponteira, proporcionando um efeito protetor e anestésico para a pele. Dessa forma, as sessões ficam muito mais confortáveis e seguras.

 

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Abrir conversa
Fale com uma consultora
Fale com uma consultora.