Modelo deitada fazendo depilação a laser definitiva na axila

As mentiras que te contaram sobre depilação a laser definitiva

A depilação a laser definitiva tem caído cada vez mais no gosto de homens e mulheres. Entretanto, apesar da crescente popularidade, ainda é um procedimento que desperta muitas dúvidas. E que também está cercado de mitos, já que são muitas as mentiras que contam sobre a depilação a laser e seus resultados.

O objetivo desta publicação é esclarecer esses mitos e eliminar de vez suas dúvidas sobre a depilação a laser. Dessa forma, você estará mais preparado para realizar esse investimento na sua autoestima que já comprovou ser revolucionário na vida de muitas pessoas.

O primeiro passo na busca por essa evolução é compreender como funciona a depilação a laser definitiva e seus benefícios. Vamos lá?

Como funciona a depilação a laser?

O processo de depilação a laser é bem simples! Com o equipamento adequado, o profissional irá desferir pulsos de laser na área tratada. O objetivo é que o laser consiga atingir a raiz do pelo, ou seja, o bulbo do folículo, por isso é necessário que a área esteja depilada com lâmina. Isso porque, ao entrar em contato com o bulbo, o laser irá destruir a melanina presente ali naquela região e, por consequência, “matar” a sua raiz, processo chamado de fototermólise seletiva, explicado pela nossa Supervisora Científica Graziele Maia, no vídeo abaixo.

A melanina é o alvo principal do laser, porque é focando nela que ele é capaz de evitar áreas adjacentes e atingir com precisão o folículo piloso. Dessa forma, evita-se lesões na derme e também se garante uma maior precisão no procedimento, logo resultados mais eficientes.

Esse processo fará com que os pelos afetados não cresçam novamente, pois atinge diretamente a fonte de crescimento do pelo. Por esse motivo, a depilação a laser é mais duradoura do que outros procedimentos, como aqueles que utilizam cera ou lâminas. Mas, será que existe mesmo depilação a laser definitiva?

Apesar de ser um procedimento duradouro, especialmente quando comparado a outras alternativas, a depilação a laser não é considerada 100% definitiva. Isso porque, devido a diversos fatores, novos folículos podem se desenvolver ao longo do tempo e, por consequência, novos pelos podem surgir neles. Mas é importante reforçar que, para aqueles pelos atingidos, pode-se dizer que ela é sim definitiva, por isso ao longo desse artigo utilizaremos o termo “depilação a laser definitiva“, ok?

Principais mentiras sobre a depilação a laser definitiva:


Agora que você já entende como funciona e te explicamos se a depilação a laser é definitiva mesmo, vamos aos mitos que cercam esse procedimento.

1. Dói muito


A depilação a laser definitiva é bem confortável, desde que o profissional utilize um equipamento de ponta no procedimento. Uma vez que, ao contrário das tecnologias mais antigas, atualmente existem diversos equipamentos preparados para minimizar ao máximo o desconforto do paciente. Por esse motivo, é possível afirmar que a depilação a laser é praticamente indolor.

Mas é sempre bom lembrar que cada pessoa tem um nível de sensibilidade bem individual, então essa é uma questão bem relativa e variável.

O Laser Crystal 3D Plus é um equipamento da Body Health utilizado nesses procedimentos de depilação definitiva e possui como um dos seus principais diferenciais uma ponteira preparada para garantir o conforto dos pacientes. Isso porque, diferente de outros equipamentos, ela é capaz de resfriar a área tratada, minimizando a sensação de desconforto.

Está com medo da dor? Então pode ir sem medo, porque sua sessão com o Crystal 3D Plus esse não será um problema!

2. Não pode fazer em peles negras


Hoje esse é um dos principais mitos da depilação laser, mas que por muito tempo foi uma verdade. Isso porque, antes das evoluções tecnológicas que nos trouxeram até hoje, os equipamentos de depilação a laser definitiva não eram preparados para tratar peles negras. Eles não conseguiam disparar ondas em uma frequência que fosse segura para a derme de pessoas com fototipos mais altos e, ao mesmo tempo, eficiente para a remoção dos pelos.

Atualmente, equipamentos como o Laser Crystal 3D Plus estão preparados para emitir os pulsos de laser em uma frequência adequada para peles de fototipo mais alto. Por esse motivo, já é possível tratar peles negras ou bronzeadas com total segurança e em qualquer época do ano. Além disso, tal característica também permite que o laser seja mais eficiente no tratamento de pelos mais escuros. 

3. Depilação a laser causa foliculite


Pelo contrário! A depilação a laser é uma excelente alternativa para as pessoas que sofrem com foliculite, porque ajuda a tratar esse problema que costuma ser recorrente. Uma vez que, ao contrário dos outros métodos de depilação que apenas cortam ou arrancam superficialmente o fio, o laser consegue destruir o folículo piloso, impedindo que os pelos nasçam novamente naquele local.

ilustração demonstrando a foliculite
Imagem retirada de: https://flaviadefreitas.com.br

Essa ação diretamente na raiz do pelo também evita que bactérias se proliferam no folículo e, por consequência, elimina-se o risco de foliculite. Já que ela é causada por uma infecção no folículo que ocorre por causa das bactérias que contaminam a região devido à diversos fatores, principalmente por microlesões causadas pela depilação com cera ou lâmina. Sem folículo significa que não há como a infeção se instalar e, consequentemente, não há como ter foliculite. 

Se você sofre com foliculite, então já sabe que a melhor alternativa é investir em depilação a laser definitiva.

4. Qualquer laser remove todos os pelos


Não. Existem diversos tipos de lasers e eles são indicados para pelos diferentes, por isso é importante sempre optar por um profissional devidamente capacitado. Assim ele será capaz de determinar o laser ideal para seus pelos e para cada área tratada, já que os folículos possuem características distintas nas diferentes partes do nosso corpo.

Apesar de atuarem da mesma maneira, os lasers se diferenciam entre si pelo comprimento da onda. Ele é quem irá determinar em qual profundidade o laser irá atuar na derme e, por consequência, em quais áreas e fototipos ele pode ser utilizado. O Laser Crystal 3D Plus, por exemplo, possui 3 comprimentos de onda:

  • Alexandrite (755 nm): indicado para o tratamento pelos mais finos, pois possui penetração mais superficial.
  • Diodo (810nm): é recomendado para pelos com fototipo mais escuro, porque consegue atuar diretamente no bulbo do folículo piloso. É também uma boa alternativa para áreas em que é recomendada a penetração moderada, como braços, pernas e barba.
  • Nd-Yag (1064nm): oferece maior penetração do folículo piloso, por isso é recomendado para o tratamento pelos profundamente enraizados.

Entender essas diferenças garante não só um resultado de qualidade, mas também a segurança do paciente! Já que uma aplicação errada pode ocasionar lesões na pele.

5. Todo laser para depilação é igual 


Mito! Os equipamentos de depilação a laser definitiva podem atuar da mesma maneira ou apresentar características semelhantes, mas ainda sim são diferentes entre si. O mercado de estética evoluiu de tal maneira que alguns equipamentos trazem diferenciais que dificilmente são encontrados na concorrência, como é o caso do Laser Crystal 3D Plus.

Este equipamento, desenvolvido pela Body Health, possui características exclusivas que garantem uma eficiência acima da média, além de proporcionar conforto e segurança para os pacientes. Como exemplo podemos citar a exclusiva tecnologia CryoCooling, que gera um efeito anestésico e protetor na epiderme, minimizando a sensação de desconforto durante as sessões.

Outros pontos fortes desse equipamento revolucionário também podem ser destacados, tais como:

  • A tecnologia de fototermólise seletiva, que destrói as células germinativas do folículo piloso sem lesionar os tecidos adjacentes;
  • O aplicador anatômico que permite maior segurança para o profissional, mesmo em áreas de difícil acesso;
  • Os diversos protocolos de tratamentos, que aumentam as possibilidades de atuação do laser, garantindo assim os excelentes resultados;
  • A tecnologia do Modo Skin, que estimula colágeno e elastina em qualquer parte do corpo, com indicações para tratamentos de rejunevescimento.

E outras características que proporcionam uma experiência de alto nível para pacientes e profissionais! 

6. Depilação a laser é muito cara

Atualmente é possível encontrar tratamentos de depilação a laser definitiva com diversos preços no mercado, portanto essa é mais uma mentira sobre o procedimento. Se você tem interesse, busque profissionais de confiança que ofereçam condições de pagamento condizentes com seu orçamento, mas sempre prezando pela segurança e qualidade, sem colocar o preço no topo dos seus critérios de escolha.

7. A depilação com laser mancha a pele

A depilação a laser definitiva não causa manchas! Essa é mais uma mentira relacionada ao procedimento, por isso pode ficar tranquilo quanto a esse risco. Na verdade, o laser é capaz de tratar a pele manchada por outros métodos depilação, por isso é natural que ocorra o efeito contrário após as sessões.

É preciso ressaltar que existem diversos fatores pelos quais a pele apresenta manchas. Por esse motivo, antes mesmo de iniciar o tratamento, o profissional irá avaliar se é possível ou não realizar a aplicação do laser, caso a pele esteja manchada. Em peles com melasma, por exemplo, o laser não é recomendado.

8. O pelo volta a crescer rápido

Mentira, é o oposto! O objetivo da depilação a laser definitiva é impedir o nascimento de novos pelos. Porém, diversos fatores podem influenciar no nascimento dos folículos, como alterações hormonais e fisiológicas. Então, apesar de impedir o crescimento dos pelos a longo prazo, em alguns casos eles podem voltar a aparecer após crescerem em novos folículos, inexistentes no período do tratamento.

Se os resultados da depilação a laser não forem conforme o esperado, o ideal é que se consulte um médico para descobrir a origem do problema. Dessa forma, ser possível tratar outros fatores que contribuam para o crescimento dos pelos e retomar o tratamento livre de preocupações.

9. Elimina pelos ruivos e brancos

Mentira! Lembra que anteriormente falamos que o laser utilizado para a depilação definitiva é atraído pela melanina presente no folículo piloso? Nos pelos brancos e ruivos não há melanina, então não tem como o laser agir como nos casos. A fototermólise seletiva, que é o princípio da depilação a laser definitiva não tem como acontecer no caso de pelos brancos e ruivos.

Qual o melhor laser para depilação definitiva?

Ao longo do texto esclarecemos todas as dúvidas e mitos sobre a depilação a laser definitiva, mas também ficou claro que o Laser Crystal 3D Plus é o melhor equipamento do mercado. Afinal, ele apresenta diferenciais não encontrados em nenhum equipamento, além de ser capaz de garantir um resultado acima da média. Por esse motivo, é a alternativa correta para quem está em busca de um procedimento seguro, rápido e eficiente.

Ficou interessado no laser Crystal3D Plus? Então procure uma clínica de estética que trabalhe com esse equipamento na sua região! Esteja mais segura na hora de investir em depilação a laser de qualidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Abrir conversa
Fale com uma consultora
Fale com uma consultora.