Imagem mostrando mulher com celulite fibrosa e equipamento de Criofrequencia

Celulite fibrosa: descubra o que é e como tratá-la

Celulite é uma característica da derme humana que gera um incômodo em muitas pessoas, afetando principalmente a autoestima das mulheres, por isso o tratamento para celulite é uma das principais razões para que elas busquem clínicas de estética. O que a maioria das pessoas não sabem é que existem quatro tipos de celulite: celulite fibrosa ou edematosa; celulite flácida; celulite mista e celulite compacta.

Essas variações de celulite são determinadas conforme a consistência da pele, visto que a celulite é uma alteração causada pelo acúmulo de gordura, água e toxinas nas células. A quantidade de toxinas que afetam as células fará com que elas fiquem mais cheias ou endurecidas, contribuindo assim para o tipo de celulite que a derme irá desenvolver com o tempo.

Imagem ilustrando a pele com e se celulite
Fonte: https://www.midas.med.br/blog-midas/corpo-e-rosto/item/125-como-acabar-com-a-celulite

Vale ressaltar que a celulite é uma alteração natural do corpo humano, mesmo sendo incômoda, e, segundo dados da Sociedade Brasileira de Dermatologia, oito em cada dez mulheres apresentam algum grau de celulite. Mas celulite tem solução?

Não existe uma cura definitiva para a celulite, mas existem tecnologias disponíveis no mercado de estética que conseguem minimizar os sinais, garantindo assim maior conforto e confiança para os pacientes. O tratamento para celulite é determinado conforme as necessidades do paciente, levando em consideração a sua evolução e seu aspecto.

Conforme explicamos anteriormente, existem quatro tipos de celulite e um dos mais comuns é a chamada celulite fibrosa ou edematosa.

Quais são as causas da celulite fibrosa e como tratá-la?

A celulite fibrosa é ocasionada pelo acúmulo do líquido intersticial entre as células do tecido conjuntivo. Essa é uma substância natural do organismo que, normalmente, pode possuir uma consistência mais fluída, a depender das características do organismo de cada indivíduo. Entretanto, nas células afetadas pela celulite fibrosa, o líquido intersticial é mais espesso dificultando a troca de gases e nutrientes, e, consequentemente, causando uma retenção de toxinas no tecido.

Esse acúmulo de toxinas também colabora para que a região desenvolva septos fibrosos e um endurecimento do colágeno, tendo como resultado pequenas áreas com nódulos no tecido. Eles são responsáveis pela aparência já conhecida das celulites que tanto incomodam as mulheres, podendo até mesmo causar um desconforto na região.

Diversos fatores podem colaborar para acelerar esse processo metabólico e resultar no surgimento da celulite fibrosa ou edematosa, incluindo fatores genéticos. Porém, a principal causa para as celulites é o acúmulo de gordura! Porque naturalmente desenvolvemos hábitos alimentares que causam um desequilíbrio dos nutrientes, afetando a produção de colágeno, fibras e estimulando o acúmulo do líquido intersticial. Motivo pelo qual, manter uma alimentação saudável e uma rotina de exercícios é a maneira mais adequada de evitá-las.

Quais são os melhores tratamentos para celulite do mercado?

A rotina de exercícios e a alimentação saudável é um ótimo tratamento natural para as celulites, mas, quem já sofre do problema, encontra nos tratamentos estéticos soluções mais eficientes. Isso porque, através de tecnologias de ponta, é possível tratar diretamente a origem do problema, ou seja, nas áreas onde estão localizadas as células adiposas.

No mercado de estética é possível encontrar diversas alternativas de tratamentos para celulite, mas a eficiência irá depender de cada paciente. Exemplos de tratamentos para celulite disponíveis no mercado:

  • drenagem linfática;
  • ultrassom;
  • correntes elétricas;
  • ondas de choque
  • Criofrequência.

As técnicas utilizadas são distintas, mas o objetivo é o mesmo! Estimular o organismo de forma retomar o equilíbrio das células garantindo uma melhora na distribuição de nutrientes. Se tratando de celulite fibrosa, tratamentos com Criofrequência tem se mostrado o mais eficientes, sobretudo se combinados com outros equipamentos de alta qualidade.

De que forma a Criofrequência atua na celulite fibrosa?

Os aparelhos de Criofrequência utilizam as ondas de energia para gerar um efeito termomecânico nas células adiposas, com o objetivo de retomar a produção de colágeno e elastina. Ao entrar em contato com água presente nas moléculas celulares, essa energia gerada pelo equipamento é absorvida pelo organismo e, por consequência, as ondas induzem uma oscilação de alta velocidade nas moléculas de água, as aquecendo.

Esse efeito irá distribuir a energia térmica para os tecidos adjacentes, aquecendo a região tratada e promovendo uma lesão térmica controlada. Para combater as microlesões, o organismo desencadeia um processo inflamatório natural que irá estimular a retomada da produção de colágeno. Assim é possível restabelecer a firmeza do tecido, além de garantir que as células retomam seu equilíbrio natural.

O estímulo nas fibras de colágeno também permite combater a característica endurecida da celulite fibrosa, suavizando as cicatrizes na derme. Principalmente, se o profissional utilizar o equipamento mais adequado para a realização do tratamento, como o BHS 156 Full – Criofrequência.

Como o BodySculpt atua no tratamento para celulite fibrosa?

O BodySculpt é um equipamento desenvolvido pela BodyHealth capaz de atuar de diferentes maneiras no corpo humano, proporcionando benefícios exclusivos. Em tratamentos para celulite fibrosa, ele utiliza a tecnologia exclusiva não invasiva denominada Dermohealth, uma das soluções mais eficientes para o tratamento de celulite.

A Dermohealth é uma endermologia, técnica que promove uma movimentação da pele com o objetivo de eliminar toxinas e reduzir o volume de células adiposas. Para isso, o equipamento gera uma sucção contínua e em fluxo constante que estimula a microcirculação, desencadeando a lipólise a níveis subcutâneos. Como resultado, logo após a primeira sessão, já é possível observar uma remodelação corporal e a diminuição das áreas com celulite.

Trata-se de um tratamento natural, livre de restrições e não invasivo capaz de gerar resultados rápidos para os pacientes. Além disso, a tecnologia Dermohealth também pode ser combinada com terapia de HImFU corporal disponível no equipamento, ideal para o tratamento de gordura localizada. Dessa forma, evita-se o surgimento de outras áreas com celulite, além de garantir resultados surpreendentes, com uma redução entre 1 e 3 cm de contorno por sessão.

Investir em tratamentos como esses é o caminho ideal para quem deseja se ver livre da celulite fibrosa ou de outros graus. Afinal, essas combinações de tecnologias exclusivas garantem que os resultados sejam realmente eficientes e a longo prazo, sobretudo se combinadas com uma alimentação saudável.

Para saber mais sobre o BodySculpt, entre em contato com a equipe BodyHealth e solicite mais informações.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Abrir conversa
Fale com uma consultora
Fale com uma consultora.