Quem pensa que cuidar da aparência e se importar com a beleza é coisa de mulher, está redondamente enganado. O público masculino tem frequentado as clínicas de estética e buscado não só por produtos específicos, mas também por procedimentos estéticos.

Um dos procedimentos favoritos deles tem sido a depilação a laser masculina. Sim, depilação! Homem também se depila e aquela imagem estereotipada de masculinidade, com homens cheio de pelos, já é coisa do passado.

O homem moderno busca praticidade no seu dia a dia e, convenhamos, fazer a barba constantemente não é nada prático, né?

Além disso, outros fatores têm feito essa demanda só aumentar. E é por isso que nesse artigo vamos falar sobre as principais dúvidas sobre a depilação a laser masculina. Confira!

Como a depilação a laser masculina funciona

A depilação é realizada pela transmissão da energia do laser para o folículo piloso. Nessa estrutura, ocorre a absorção seletiva pelo cromóforo alvo presente nela, a melanina.

Com base no princípio da fototermólise seletiva, através do comprimento de onda específico, a energia luminosa do laser penetra até a epiderme. A melanina do folículo capilar absorve essa energia, transformando-a seletivamente em energia térmica, sendo que o calor gerado leva à destruição das células germinativas do folículo capilar, sem danificar as estruturas adjacentes.

Benefícios da depilação masculina a laser

Inúmeros são os benefícios da depilação a laser masculina, mas separamos os principais para você. A saber:

Praticidade:

Boa parte dos homens que buscam pela depilação a laser querem deixar de ser escravos da lâmina ou outro método tradicional, cuja frequência de realização é alta. Com a depilação a laser masculina as sessões são realizadas somente a cada 45 ou 60 dias;

Durabilidade:

Um dos maiores benefícios é que os resultados são praticamente definitivos. Por destruir a “raiz” do pelo, a depilação masculina a laser faz com que os pelos não voltem a crescer;

Resultados rápidos:

Já a partir da primeira sessão os resultados são notados, sendo que a melhora é progressiva a medida que o tratamento avança;

Higiene:

A pele lisinha pode dar a sensação de limpeza que alguns procuram. O acúmulo de pelos em determinadas regiões faz com que haja o aumento da umidade local, ocasionando a proliferação de fungos e bactérias que aumentam os odores causados pela transpiração;

Segurança:

A depilação a laser masculina realizada com os modernos equipamentos disponíveis hoje no mercado é bem segura, com poucas contraindicações e baixos riscos de queimaduras e intercorrências;

Aumento do desempenho esportivo:

Para os homens que gostam de esportes a depilação a laser contribui para a melhora da performance. Isso mesmo! É que a retirada dos pelos reduz a força de tração, o que reduz o tempo em esportes como corrida, ciclismo e natação. 

Realce do tônus muscular:

Para aqueles homens que gostam de exibir os músculos, a pele sem pelos ajuda para que a hipertrofia dos músculos realce mais e fique em destaque.

Áreas que podem ser tratadas

A depilação a laser masculina pode ser realizada em várias áreas. A saber:

  • Rosto: Buço, queixo, bigodes, barba;
  • Peitorais;
  • Ombros;
  • Abdômen;
  • Costas alta e baixa;
  • Braços;
  • Axilas;
  • Nádegas;
  • Pernas;
  • Virilha masculina;
  • Mãos e pés.

Áreas onde o tratamento NÃO deve ser realizado

Apesar de contraindicado em poucas áreas, a depilação a laser masculina NÃO deve ser realizada em algumas áreas. Por exemplo:

  • Borda inferior das sobrancelhas;
  • Narinas;
  • Orelhas;
  • Testículos.
VOCÊ TAMBÉM PODE SE INTERESSAR POR:
👉 Depilação a Laser: perguntas mais comuns e TUDO mais que você precisa saber
👉 Depilação a Laser e Luz Pulsada: qual é a opção mais procurada e por quê?
👉 5 benefícios da depilação a laser com o Laser Crystal 3D
👉 Laser Crystal 3D ajuda a eliminar os pelos de diferentes tipos de pele sempre sem dor

Dúvidas frequentes sobre a depilação a laser masculina:

Quando o assunto é depilação masculina a laser, várias são as dúvidas que surgem sobre o tratamento. Por isso, selecionamos as mais comuns e vamos responde-las logo abaixo. Veja só!

a) Laser diminui os pelos encravados?

SIM! Na verdade, para quem sofre com pelos encravados, a depilação a laser masculina pode ser a solução para esse problema.

O pelo encrava pela dificuldade em “romper” a pele ao nascer, o que causa seu crescimento interno, que leva à inflamação. Como o laser age “queimando” a raiz do pelo e impedindo o seu crescimento, esse problema não acontece mais.

Homens sofrem ainda mais com pelos encravados, uma vez que os mesmos costumam ser mais grossos e tendem a encravar com mais facilidade. Para eles, a depilação a laser é ainda mais indicada para acabar com o problema.

b) Depilação a laser dói?

Por destruir o folículo piloso através de dano térmico, a depilação a laser pode sim causar um certo desconforto, mas isso varia muito conforme a sensibilidade do paciente. É importante reforçar que o possível incômodo pode acontecer somente durante a sessão.

Os equipamentos mais modernos para depilação a laser masculina já são pensados para minimizar, ao máximo, esse possível desconforto, tendo ponteiras específicas que resfriam a região e causam um efeito anestésico.

d) Pode depilar áreas tatuadas?

A depilação a laser masculina NÃO deve ser usada sobre as tatuagens, pois pelo seu mecanismo de ação (para atingir o pigmento presente no pelo e no folículo piloso) o laser também passa pela tinta da tatuagem, o que pode causar queimaduras. Além disso, a cor da tatuagem pode ficar desbotada ou ser removida, danificando assim o desenho.

A recomendação é que a depilação a laser seja realizada na área antes da tatuagem.

e) Quantas sessões são necessárias?

Geralmente, são necessárias aproximadamente 8 sessões de depilação a laser para ver os resultados. Podem exigir menos ou mais de acordo com a resposta do paciente.

Nesse tipo de tratamento os resultados são progressivos, até se tornarem praticamente definitivos. A periodicidade entre as sessões varia a cada 4 a 8 semanas.

Com o passar do tempo, parte do pelo latente brotará e será necessário realizar sessões de manutenção, normalmente espaçadas a cada 6 a 12 meses para remover o novo cabelo.