Ao envelhecer inevitavelmente as mulheres passam pela menopausa, que é uma fase marcada por várias mudanças. Os hormônios são os grandes responsáveis por essas alterações, que são tanto físicas, quanto comportamentais e/ou emocionais.

Um dos principais responsáveis por essas mudanças é o estrogênio, pois na menopausa há uma queda nos níveis desse hormônio, o leva à diminuição da libido e da satisfação sexual, levando a problemas emocionais como baixa autoestima, tristeza, ansiedade, que afetam a saúde sexual. Nessa fase, muitas mulheres enfrentam problemas conjugais, que podem ter relação com a diminuição da libido decorrente dessas alterações.

A diminuição dos níveis de estrogênio influencia na função sexual da mulher por levar a alterações fisiológicas na região íntima, como a diminuição da vascularização local, queda da lubrificação e atrofia vulvovaginal. Essa atrofia acontece pela diminuição da espessura do epitélio vaginal, que leva à perda de elasticidade e, inclusive, a alterações sensoriais. Na menopausa ocorre também a perda de colágeno, que é tão importante na firmeza e elasticidade da pele, não só no corpo, mas também da região íntima.

Afinal, como combater ou minimizar todas essas alterações?

Hoje a estética íntima possui alternativas cada vez mais seguras e eficazes desenvolvidas especialmente para a saúde íntima da mulher. A mais recente tecnologia a chegar no mercado brasileiro para rejuvenescimento vaginal não cirúrgico é a “Enygma X-Orbital”, poderosa no combate ao envelhecimento íntimo, sobretudo na menopausa, e pode ser grande aliada das mulheres que sofrem com os efeitos dessa fase.

O tratamento com “Enygma X-Orbital” equilibra as funções fisiológicas da região íntima, regulando a lubrificação e promovendo um aumento da circulação e vascularização sanguínea, que melhora a oxigenação e nutrição, levando também a um importante estímulo de colágeno. Esse estímulo auxilia na repitelização das paredes vaginais, que durante a menopausa tendem a se afinar, levando assim a um rejuvenescimento da região.

A vantagem do tratamento com “Enygma X-Orbital” é que tempo de duração da aplicação é curto, variando entre 10 a 20 minutos, é totalmente indolor e de rápida recuperação, permitindo que as mulheres voltem às suas atividades normais logo após a sessão. O procedimento é totalmente seguro, pois o aparelho possui um termômetro para controle da temperatura, que é visualizado pelo profissional durante toda aplicação. Esse termômetro tem um dispositivo inteligente, que faz com que o aparelho interrompa a aplicação caso a temperatura interna ultrapasse 43ºC.

“Enygma X-Orbital” é uma excelente opção para atenuar esses sintomas da menopausa e veio contribuir para que as mulheres passem por essa fase da melhor forma possível, sem sofrer física e emocionalmente e interromper suas atividades cotidianas.

 

Quer saber como ter a Enygma X-Orbital em sua clínica?

Preencha o formulário abaixo, que em breve nós entraremos em contato com você.

[contact-form-7 404 "Not Found"]