Comercial Body Health Brasil

+55 31 3775-0709 | 31 99190-0151 | comercial@bodyhealthbrasil.com

Criofrequência: tecnologia revolucionária para uma remodelação corporal e facial completa

ANVISA N° 80832479001

O que é a Criofrequência

A CRIOFREQUÊNCIA © é uma terapia exclusiva desenvolvida pelo Departamento Médico da BODY HEALTH e é a única que age através da sinergia do frio de até -10 graus e 1.050 watts de onda eletromagnética.

Essa terapia é indicada para as pessoas que desejam eliminar gordura localizada, tratar flacidez facial, flacidez corporal, envelhecimento de pele e celulite. Normalmente o procedimento é eficaz para o tratamento destas necessidades simultaneamente.

Como a Criofrequência funciona?

O frio é condutivo (age de fora para dentro) e é controlado pela energia de ondas eletromagnéticas  Multipolar de 650 w e Monopolar de 400w, somadas 1.050 watts de potência. Sabendo que a onda eletromagnética age por conversão (dentro para fora), esta continua sendo oferecida ao cliente, além de assegurar o controle da temperatura.

O encontro das duas temperaturas além de garantir a segurança do cliente, produz milhões de choques térmicos aos tecidos, gerando um terceiro efeito fisiológico, desestabilizando o metabolismo local. Tamanha energia mobiliza não somente o colágeno, mas também a gordura, sendo indicado para flacidez tissular (facial e corporal) e gordura localizada.

Sobre a flacidez tissular, o frio contribui no controle do edema (inchaço); o choque gera uma tensão instantânea da pele, tendo um efeito desintoxicante aumentando os níveis de oxigenação dos tecidos, uma vez que dilata os vasos sanguíneos que irrigam a pele, produzindo um lifting instantâneo, progressivo e duradouro deste a 1 sessão.

O colágeno, produz sua desnaturação através do calor interno até 60 graus, fazendo com que o corpo responda fisiologicamente à neocolagênese. Este estímulo têm pico de 21 dias e continua agindo por até 4 meses.

A gordura, produzimos o seguinte efeito fisiológico: a gordura de reserva dentro da célula adiposa, diante dos choques térmicos e do calor interno, “quebra-se”, passando de Triglicerídeos para Ácidos Graxos e Gliceróis, processo este conhecido como Lipólise. A célula adiposa então “expulsa” a gordura, sendo que esta é “consumida” pelo corpo como fonte de energia para queima calórica, podendo ser em uma atividade física, ou em uma dieta restritiva de carboidratos e gorduras.

Qual a diferença entre
Criofrequência e Criolipólise?

Como dito anteriormente, a Criofrequência age através do choque térmico que desestabiliza o metabolismo, quebrando as células de gordura. Esse choque térmico é gerado através do contato com a pele de uma ponteira que resfria a superfície a 10 graus negativos (-10ºC), enquanto o calor de até 60 graus positivos (60ºC) atinge, simultaneamente, as camadas mais profundas. A Criofrequência também age estimulando a formação de novas fibras de colágeno e de elastina. O resultado deste estímulo proporciona a tensão instantânea da pele, conhecido como efeito lifting.

Já a Criolipólise é um procedimento que usa somente o frio, no qual ocorre a sucção e o congelamento das células de gordura. Esse congelamento desencadeia uma mudança na estrutura celular daquela região. Em decorrência disso, o organismo desenvolve uma resposta inflamatória para eliminar estas células. O processo de eliminação destas células de gordura pelo organismo pode levar até 90 dias.

Tanto a Criofrequência, quanto a Criolipólise possuem comprovação científica com ótimos resultados na prática, porém uma terapia não substitui a outra, pois as mesmas agem com estímulos diferentes e tem respostas fisiológicas diferentes. O grande sucesso de vários profissionais é unir os dois tratamentos, o que depende de prévia avaliação e alcança excelentes resultados.

Quais são as áreas de aplicação
da Criofrequência?

A Criofrequência pode ser aplicada tanto na região facial (rosto e pescoço), quanto na região corporal (glúteos, pernas, braços, abdômen, costas, flancos).

As aplicações dessa terapia são feitas com movimentos ascendentes e/ou descendentes, de acordo com o objetivo do tratamento e são totalmente indolores. A sensação que o paciente tem durante as aplicações é somente do contato da ponteira, que chega a 10 graus negativos, com a superfície da pele. A alta temperatura atingida durante o procedimento não é nem mesmo sentida pelo paciente, pois ocorre em camadas internas da pele.

Resultados da Criofrequência

Com a Criofrequência o resultado é imediato, tanto no sentido de lifting instantâneo, quanto na redução de medidas, provando mais uma vez o porquê que essa tecnologia têm ganhado cada vez mais espaço no mercado: credibilidade, qualidade, segurança, alta tecnologia e o mais importante, resultados duradouros!

Para realizar o procedimento, é necessário que se tenha uma vida saudável, com alimentação balanceada e boa ingestão de líquidos. Isso já é suficiente para que se perceba ótimos resultados desde a primeira sessão.

Benefícios da Terapia de Criofrequência

A criofrequência combate os três grandes inimigos das mulheres: flacidez, celulite e gordura localizada;

É possível obter o máximo de resultado para flacidez e gordura localizada em uma única sessão;

Pode ser usado tanto para tratamento facial quanto corporal completo;

Permite tratar com excelência as áreas difíceis do corpo, como papadas, gordurinhas entre axila e seio e as gordurinhas do “tchauzinho”;

O tempo de tratamento da criofrequência é, em média, de 30 minutos;

Aplicação da terapia de criofrequência é extremamente confortável e indolor.

Preço do tratamento com a Criofrequência

Quantidade de sessões indicadas da Criofrequência

A quantidade de sessões de Criofrequência deve ser recomendada por um profissional após avaliação individual do paciente. O protocolo indica, em média, 6 sessões por região e, após esse período, já são alcançados excelentes resultados. A duração de cada sessão depende da área tratada, tendo tempo médio de 30 minutos. O intervalo entre as sessões depende do objetivo do tratamento, podendo ser feita semanalmente ou em até 21 dias.

Antes e depois do tratamento com a Criofrequência

Veja abaixo alguns dos excelentes resultados obtidos com a Criofrequência.

Celebridades que já aderiram à Criofrequência

Veja as celebridades que testaram e comprovam que a Criofrequência é a queridinha do momento.

Contra-indicações da Criofrequência

A Criofrequência é contra-indicada para pacientes com:

Marcapasso:

Por se tratar de um dispositivo cardíaco responsável pelo regulamento dos batimentos cardíacos, qualquer onda eletromagnética ou ultrassônica pode desestabilizar seu funcionamento.

Grávidas e lactantes:

Ondas eletromagnéticas ou ultrassônicas podem influenciar no desenvolvimento do bebê, ou mesmo na lactação. Estudos não são permitidos para que se prove sua influência. Devido a isso, por segurança, não se aplica nesses casos.

Dermatite:

Inflamações e/ou infecções de pele podem ser agravadas com a utilização da Criofrequência ou qualquer outra eletroterapia. O médico deve ser consultado sobre o grau da dermatite em questão.

Epilepsia:

Clientes que possuem epilepsia como doença ou como sintoma podem ter crises estimuladas através de tratamentos que promovem aquecimento ou luz (por exemplo: Luz Pulsada)

Câncer:

Pacientes com qualquer histórico de câncer devem ser liberados pelo médico responsável após 5 anos da finalização do tratamento por completo. Alguns cânceres têm alta probabilidade de recidiva, e tratamentos que emitem onda eletromagnética pode influenciar negativamente.

Uso de corticóides:

Os corticóides estão ligados à doenças imunossupressoras, que também são contra indicações de tratamento, como por exemplo Lúpus. Caso o Corticóide seja utilizado por pouco tempo devido a uma inflamação grave, por exemplo, deve-se aguardar, no mínimo, 7 dias após uso do medicamento. Como ele tem o poder anti-inflamatório, seu uso “corta” o efeito do tratamento. Sendo assim, o cliente não irá conseguir perceber os resultados.

Implantes de metal e/ou silicone na zona a ser tratada:

Implantes de metal e/ou silicone podem aquecer ou movimentar conforme a onda eletromagnética, como por exemplo, na opção Monopolar. Por este motivo, para segurança do cliente, não aplica-se a opção Monopolar da Criofrequência diretamente nas áreas onde há os implantes.

Aparelhos com a Tecnologia de
Criofrequência da Body Health Brasil

BHS156 FULL

ANVISA N° 80832479001

É um equipamento mais evoluído, mais inteligente, seguro e com resultados ainda mais surpreendentes. Alia a Radiofrequência, Criofrequência e a Ultracavitação de alta frequência (2,9 MHz, a 55 watts), que é mais segura e mais eficaz, uma vez que garante a penetração direita. Além da Criofrequência, a tecnologia HIMFU, que dispõe de um aplicador que trabalha a 2.9 Mhz entregando uma energia multifocal a até 2,5 centímetros de profundidade, preservando as camadas mais superficiais da pele e estimulando o colágeno através dos dermoleds melhorando a qualidade da mesma. O novo design do aplicador permite um melhor contato com a pele, permitindo entregar mais energia para melhores resultados para gordura localizada.

Quer mais informações sobre a Criofrequência?

Preencha o formulário a seguir e receba as apresentações do equipamento BHS 156 incluindo o Seminário Científico, os protocolos de aplicação e as fotos de antes e depois com o resultado dos tratamentos.






Top